Marcadores

sábado, 17 de agosto de 2013

O controverso do amor ao ódio.

Por amor escolhi te odiar
Por ódio eu te amo
Pela dor encontrei a cura
Em teus olhos descobri a vida
Vejo morte como saída 
Vida, eterna, cruel e fria
Singelo foi teu existir
Fez renascer a cor
Logo depois encontrei o cinzento céu
Definir o bem e o mal
Como Aquele beijo sem igual
Meu amor, como você me faz um caos
Mas sem você não existe ódio ou amor
Cinza nem cor
Foi por ti que escolhi viver
Pois por uma vida sem você, prefiro odiar
Escolhi te amar, com romantismo cortante
Com todos os devaneios conflitantes
Porque meu amor é ódio, meu amor é vida.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário